202005.070

Novos médicos contratados para ajudar no combate ao coronavírus

A crise que o mundo vive hoje por conta da pandemia do novo Coronavírus está exigindo medidas emergenciais, resiliência e até criatividade de todo mundo.

Home office, home schooling, cumprimentos mais reservados, reuniões por videoconferências… A rotina geral da população teve que se adaptar a esta nova realidade.

É o momento em que valorizamos ainda mais o trabalho e a dedicação dos profissionais da saúde.

Por isso, destacaremos neste post um trecho da Medida Provisória nº 934 de 1º de abril de 2020:

Parágrafo único. Na hipótese de que trata o caput, a instituição de educação superior poderá abreviar a duração dos cursos de Medicina, Farmácia, Enfermagem e Fisioterapia, desde que o aluno, observadas as regras a serem editadas pelo respectivo sistema de ensino, cumpra, no mínimo:

I – setenta e cinco por cento da carga horária do internato do curso de medicina; ou

II – setenta e cinco por cento da carga horária do estágio curricular obrigatório dos cursos de enfermagem, farmácia e fisioterapia.

Confira o texto na íntegra aqui: MEDIDA PROVISÓRIA Nº 934, DE 1º DE ABRIL DE 2020

Uma das soluções propostas para enfrentar a situação e aumentar as equipes é a convocação e registro no CRM de novos médicos e demais profissionais da saúde.

Formandos de medicina que estudaram no exterior também podem integrar esse importante time que vai ajudar o mundo todo no combate ao vírus.

REVALIDA – Exame Nacional de Revalidação de Diplomas

Projeto piloto em 2010 e instituído oficialmente em março de 2011, o REVALIDA é uma prova criada para simplificar o processo de reconhecimento de diplomas de medicina emitidos por instituições de ensino estrangeiras.

Antes de sua criação, cada instituição de ensino superior brasileira tinha um processo de validação próprio.

É uma maneira unificada de reconhecer o diploma de estudantes formados no exterior, para que o Conselho Regional de Medicina autorize o médico a trabalhar no Brasil.

O Projeto de Lei 1780/20, proposto por 17 deputados, estabelece urgência na realização do exame de revalidação de diplomas de médicos formados fora do país. Mais uma medida para criar uma brigada emergencial de enfrentamento da COVID-19.

Tradução de diplomas

Antes de tudo, o profissional interessado na revalidação de diploma deve acessar a plataforma Carolina Bori e verificar tudo que é necessário para o procedimento. Acesse aqui: http://carolinabori.mec.gov.br/

Dentre os processos, o estudante deve escolher uma instituição revalidadora ou reconhecedora. Cada universidade tem particularidades na inscrição, cabendo ao examinando, entrar em contato para solicitar as informações.

Existe apenas um ponto comum entre todas as instituições: seus documentos precisam ser traduzidos. Alguns devem passar por uma tradução juramentada.

A Aliança Traduções tem equipes prontas para fazer a tradução do seu diploma e quaisquer outros documentos necessários para você passar pelo REVALIDA.

Em resumo:

  • Analise sua situação e veja se tem os requisitos necessários.
  • Confira todas as informações na plataforma da Carolina Bori.
  • Escolha sua instituição revalidadora.
  • Entre em contato conosco para realizar as traduções que você precisar.

É a hora de colocar em prática os conhecimentos adquiridos na graduação em benefício às pessoas que mais estão precisando.

Juntos, vamos vencer esta crise!

Chame no Whatsapp

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *