201902.14
0
1

Be my valentine?

A frase em inglês significa, literalmente, “você quer ser meu Valentim?” e tem origem na Roma Antiga!

Quando o Imperador Cláudio II proibiu a realização de casamentos durante o século III, para que os jovens homens solteiros se alistassem em seu exército, um bispo romano chamado Valentim decidiu continuar celebrando casamentos secretamente. Essa prática era ilegal e quando foi descoberta, Valentim foi preso e condenado à morte. Ele foi morto em 14 de fevereiro, data em que, desde 496 d.C., comemora-se o Dia de São Valentim e agora também o Valentine’s Day.

Independentemente do estado civil, se “namorando” ou “casados”, os casais em diversos países do mundo usam essa data para celebrar o seu amor, seja com um jantar a dois ou uma caixa de bombons.

Na Coreia do Sul, a tradição é um pouco mais criativa. No dia 14 de fevereiro, as mulheres dão chocolates e presentes aos homens. A vez delas é no dia 14 de março, quando os homens dão presentes a elas. E no dia 14 de abril, os solteiros se reúnem para comer jjajyangmyeon, um tipo de macarrão preto, e comentar a sua “solteirice”.

No Brasil, por conta da proximidade com o carnaval, a data nunca ganhou popularidade. Aqui a história do Dia dos Namorados é muito mais recente e sua origem não é tão romântica. João Dória, pai do atual governador de São Paulo e conhecido publicitário, foi contratado para alavancar as vendas de junho e escolheu o dia 12 de junho, dia de Santo Antônio, o santo “casamenteiro”, para ser o nosso “Valentine’s Day”.

14 de fevereiro, 14 de março ou 12 de junho – não importa a data que você escolhe para celebrar o seu amor! Happy Valentine’s Day!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *